quinta-feira, 29 de junho de 2006

Vemos-Ouvimos-Lemos-Não Podemos Ignorar

http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/Actualidade1.htm
29 JUNHO 2006
REFORMADOS DO SECTOR DOS LANIFÍCIOS MANIFESTAM-SE.
Na próxima segunda-feira ( 3 de Julho) os reformados dos lanifícios vão manifestar-se junto ao centro de saúde da Covilhã. A decisão foi tomada ontem no decorrer de um plenário convocado pelo sindicato têxtil da Beira Baixa(STBB) que decorreu na sede da associação de reformados da Covilhã. Cerca de 9 dezenas de pensionistas daquele sector aprovaram por unanimidade a realização da manifestação bem como a circulação de um abaixo assinado que será entregue aos responsáveis da saúde em tempo oportuno. Em causa está a alteração da comparticipação dos medicamentos. Até agora os reformados eram reembolsados após a aquisição dos medicamentos, mediante a apresentação da factura ano centro de saúde, agora a comparticipação será paga através de cheque no prazo de um mês. Uma situação que poderá provocar a muitos reformados problemas acrescidos na sua vida " para muitos o dilema será o de comprar os medicamentos ou adquirir os bens para a sua alimentação" disse o presidente do STBB. Segundo aquela sindicalista a medida "supostamente era para entrar em vigor na próxima segunda feira mas há reformados que receberam no centro de saúde da Covilhã essa indicação". Para Luís Garra existe " muito hipocrisia no processo, até porque existem farmácias dispostas a suportar o encargo durante um mês". O presidente do STBB lembrou que esta comparticipação "foi fruto da luta desenvolvida pelo sindicato e reformados". No plenário alguns reformados insurgiram-se também contra a medida tomada pela câmara municipal da Covilhã de reduzir em 50% os benefícios no cartão do idoso na área dos transportes, uma medida que entrará em vigor já no próximo sábado ( 1 de Julho).

1 comentário:

carlospuebla disse...

A luta continua.
Nem na reforma deixam o pessoal descansado.
O governo chateia e de forma vergonhosa quer retirar direitos a toda a gente (e ainda se dizem "socialistas") a Câmara do PSD/Pinto reduz direitos, de forma cega,não cumprindo (mais uma vez)promessas eleitorais.

Um abraço finadamina.