segunda-feira, 30 de outubro de 2006

Depois da Tempestade a Bonança - a Reconstrução começou

S.Jorge da Beira foi uma das freguesias, no concelho da Covilhã, mais afectadas pelo mau tempo.
Assim rezam as notícias escritas:
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1274671
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1274671&idCanal=10> &idCanal=10
http://www.diarioxxi.com/?lop=artigo

Assim o demonstram os documentos fotográficos
http://www.cebola.net/arquivo/2006_10/diluvio/index.html

Daqui, do blog que se diz de São Jorge da Beira, se deseja sorte e felicidades à Junta de Freguesia no processo de reconstrução, que sabemos já ter começado.

domingo, 29 de outubro de 2006

CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO TARRAFAL


Faz hoje, 29 de Outubro de 2006, 70 (setenta) anos que foi aberto o Campo de Concentração do Tarrafal.
"-1936-
OUTUBRO, 29 - Chegaram neste dia, pelas 7,15 da manhã à pequena baía do Tarrafal - Ilha de S. Tiago do arquipélago cabo-verdiano - 152 presos políticos, 79 dos quais vindos da Fortaleza de S. João Baptista e 73 outros das prisões do continente. O desembarque realizou-se às 14 horas(...)"

"Apontamentos das datas e dos sucessos que nelas ocorreram

Este cadernito há-de servir de repositório aos sucessos de maior monta e interesse que tiveram lugar-e continuam tendo!, infelizmente-na deportação em que vivemos mais de cento e meio de presos políticos.(...)

Quisera o autor que ele fosse uma espécie de «crónica» bem informada e prolixa, onde houvesse registados não só os acontecimentos de bom e mau sabor, como assim o reflexo que eles experimentaram na moral da pessoa que os informa. Tal não sucede infelizmente, posto que o castigo contínuo que padecemos vai até ao ponto de sermos privados dos meios de escrever, (...) resta-nos ratear e fazer severa poupaça daqueles pedaços de papel (...) como se tratasse de gemas maravilhosas (...) O papel (...)É pouco.

Ora, os escritos(...),reduzidos a simples equações de palavras,(...).

O «Amanhã» pertence-nos! Eis uma realidade que será, não sabemos se nossa também, pois as nossas vidas andam, dia a dia, em difíceis equilíbrios para não se estatelarem nas profundidades do nada!

Como podemos, pois, protair a feitura daquilo que nem sabemos, sequer, se aqui é «hoje», nos será dado levar a efeito? E, depois: onde está a memória capaz de arrecadar os sucessos - já não direi a minúcia deles - ocorridos durante anos de vida destes quase duzentos homens e quase grilhetas ?

Faremos o que soubermos e pudermos enquanto nos não minguarem os meios e a chama da vida nos alimentar o corpo e o espírito.

E como esta narração é de todos - dos que viveram o que nela vai escrito e dos que a desejam conhecer -. ela aí fica para os seus continuadores se, (...) a vida se me finar na carreira e me estiver reservada a desdita de passar «testemunho» a quem me substituir.

Aos trezes dias do mês de Agosto do ano de mil novecentos e trita e oito."

Aqui fica a minha homenagem aos HOMENS que com a própria vida uns e outros com a sua saúde e anos de vida, lutaram pela Liberdade, pela Paz, pela Justiça, pela Democracia. Aos HOMENS que com coragem, determinação e espríto de sacrfício lutaram para que Portugal fosse um país Livre.

Para que a memória não esqueça!
Fascismo Nunca mais! Campos de Concentração Nunca mais!

terça-feira, 24 de outubro de 2006

"A Privatização dos Serviços de Água"






Este gáfico encontra-se num trabalho
elaborado pela Engenheira Luisa Tovar.

O Trabalho tem 3 anos (2003),
mas na minha opinião mantem-se actual.

Se alguém estiver interessado/a em o ler,
encontra-o em:

http://resistir.info/agua/serv_agua.html

segunda-feira, 23 de outubro de 2006

Perturbação Pós-Traumática do STRESS

"8 - CONCLUSÕES
A - As características encontradas nas amostras clínicas de ex-combatentes portugueses portadores da Perturbação Pós-Traumática do Stress, com origem na exposição ao combate (1961 - 1975), são no essencial semelhantes às descritas em estudos sobre população clínicas de ex-combatentes de outras nacionalidades e de outras guerras;"
O resto das conclusões e o estudo por inteiro pode ser lido em : http://www.apoiar.blogspot.com










http://www.geocities.com/associacao_apoiar/pag1.htm

domingo, 22 de outubro de 2006

C R U Z E I R O

Data da Construção: 1953 Local: Portela de Cebola
Construtores:
O Povo de Cebola e o Povo das Meãs como forma de cimentarem e perpetuarem as relações
de amizade e boa vizinhança que entre eles
sempre existiu.
Fotografia de Francisco José Dias Pereira






Fotografias retiradas do sítio das Meãs





quinta-feira, 19 de outubro de 2006

A Serra das Fontes






Vista das Courelas











Vista da Eira








Dá para "matar" saudades... Bem hajas primo.
Fotografias de Francisco José Dias Pereira - Janeiro de 2006

RETRATOS DA COVILHÃ - III

"OS MISSIONÁRIOS

Para missionar a Covilhã, aportou ao Centro Cultural e Social uma equipa de pregadores regidos por Frei Francisco da Mata Mourisca. A criançada andava amedrontada om o slogan cem vezes repetido em todas as igrejas da cidade: eu seu que hei-de morrer mas não sei quando, eu sei que hei-de morrer mas não sei onde, eu sei que hei-de morrer mas não sei como. Mas sei que, se eu morrer em pecado mortal, vou para o inferno. O encerramento da missão teve lugar no jardim de S. Francisco, após uma procissão nocturna seguida de pregação. O orador bradava repetindo com ênfase:
- As lágrimas de Nossa Senhora!... As lágrimas de Nossa Senhora!...
Tantas vezes o orador repetiu o brado, que Zezinho Malvisto ergeu a voz e disse para quem o quis ouvir:
- Não há por aí quem tenha um lenço lavado para emprestar a Nossa Senhora?"

in "A Verdade e o Sonho", Mendes, José Corceiro, Edição de Autor,Odivelas, Agosto de 2003

O DIREITO À INFORMAÇÃO

Corrigenda
Após terem sido levantadas algumas dúvidas em relação à fiabilidade deste post, consultei novas fontes e verifiquei que (apesar de não muito relevante sem se conhecer a verdadeira posição dos eleitos mais absentistas), alguns presidentes mais despreocupados com a defesa dos interesses da sua Freguesia, faltaram à Assembleia Municipal. Parece que não é só na Assembleia da República, pelos vistos a crise da balda é geral.
E mais digo, que em nome da verdade, sempre, dar-me-ei ao trabalho de tentar ter acesso à acta dessa assembleia, dissipando desta forma todas as duvidas, minhas e dos mais cépticos.

Contudo , penso que quem sabe mais acerca do assunto e já fez desmentidos a este post, inclusive eu, tem o dever morar de esclarecer a povoação, caso contrário é conivente e cúmplice da alienação da água e da desinformação do povo.
Desta forma a informação dada anteriormente, da forma em que fui induzido em erro, pelo qual apresento a minhas desculpas ao humilde povo do sobral e faço questão de corrigir, passa a ter a seguinte redacção:
"Exceptuando o Srs. Presidentes de Junta de Boidobra e Erada que votaram contra a alienação das águas, juntamente com a eleita directa do CDS à Câmara, em assembleia municipal, todos os restantes Presidentes de Junta Presentes e cumpridores dos deveres que lhe foram incumbidos nas ultimas autárquicas, votaram a favoravelmente à venda das águas.
E você?
É contra?
É a favor?
Tem batido com a cabeça?
Tem-se embriagado ultimamente?
Lembra-se de ter assinado alguma procuração com o fim de dar ou tirar legitimidade ao seu presidente de Junta para vender um bem que lhe pertence a si e a todos nós?
Debrucemo-nos sobre os comentários do Egas a este post.
Dá que pensar não dá?
O assunto terá de regressar à Assembleia municipal, não está tudo perdido!
Diga de sua justiça, pelo menos aqui! Exija ser consultado e esclarecido, é um direito seu. Quem você elege tem a obrigação de lhe facultar toda a informação acerca desta importantíssima temática, não de agir unilateralmente.
INFORME-SE!"

domingo, 15 de outubro de 2006

sábado, 14 de outubro de 2006

FONTES DE SÃO JORGE - IV

Com esta série acabam-se as fotografias das Fontes de São Jorge.
Assim que possível daremos início a uma série intitulada "Minas, de água, de São Jorge".










Fonte da Costa






Fonte do Pombal




Fonte Cimeira do Pombal











Fonte dos Torgais




Fotografias de Francisco José Dias Pereira

quarta-feira, 11 de outubro de 2006

FONTES DE SÃO JORGE III





Fonte dos Castanheiros






Fonte do Barroco da Portela





Fonte da Ponte







Fonte do Betorel






Fotografias de Francisco José Dias Pereira

A FÁBRICA

Consultar o post, de 10.10.2006, da "famel" em
http://www.sobraldesaomiguel.blogspot.com/

...AINDA AS CAMIONETAS...

"Reforço de carreiras no Couto Mineiro decidido para a semana

Uma primeira reunião entre autarquia, juntas e Auto Transportes revelou-se inconclusiva. Para a semana haverá novo encontro para decidir futuro das carreiras no Couto Mineiro. Freguesias têm ficar sem transportes públicos."

resto da notícia em: http://www.urbi.ubi.pt/_urbi/pagina.php?codigo=811&lang=ING

domingo, 8 de outubro de 2006

FONTES DE SÃO JORGE - II






Fonte da Eira











Fonte da Cruz da Rua













Fonte do Rodeio






Fotografias de Francisco José Dias Pereira

Bem Hajas primo. Ficamos a aguardar as fotografias das outras fontes de São Jorge.

sábado, 7 de outubro de 2006

FONTES DE SÃO JORGE



Fonte da Abeceira














Fonte Cimeira
















Fontita ou Fonte do Álamo







Fotografias gentilmente cedidas pelo Francisco José Dias Pereira
.
Bem Hajas Primo.

IDA AO PICOTO - finais anos 60

Saímos de madrugada de São Jorge. Almoçamos no Picoto e descemos a Serra de Cebola pelo lado da Pampilhosa.
Não me lembro em que terra foi tirada a fotografia.Teria sido as Meãs?...A Covanca?...
Lembra-me o facto de nunca termos visto uma torre sineira afastada da Igreja.
Quem foi o retratista? Outro mistério...
Dão-se alvíssaras a quem ajudar a identificar o lugar e o retratista.