sábado, 31 de março de 2007

segunda-feira, 26 de março de 2007

Breves...

(...)Os números do levantamentoO objectivo da Rota da Lã é valorizar o património industrial e rural (pecuária) ligado à produção da lã, bem como as vias percorridas pelos produtos, pelos pastores e rebanhos (as chamadas rotas de transumância). Para que uma ou várias rotas sejam traçadas, existe um detalhado levantamento de todos os pontos ligados à actividade laneira na Beira Interior e parte da Extremadura, levantamento esse reunido em três grandes volumes disponíveis no Museu dos Lanifícios da UBI. Neles, cada lugar tem fotografia, descrição, localização e está georeferenciado. Nesses volumes estão identificados, sob coordenação do Museu: - 357 unidades fabris (património edificado), sendo que, destas, 126 foram identificadas na cidade da Covilhã;- 83 vias de transumância na Beira Interior, 35 na Extremadura espanhola e ainda a Rota da Lã;- 699 testemunhos patrimoniais (tais como bebedouros, tanques ou outros elementos não edificados).O Instituto de Conservação da Natureza (ICN) também participou no levantamento, tendo feito (com parâmetros mais alargados) perto de 600 testemunhos patrimoniais.(...)
Toda a Notícia em:
http://www.diarioxxi.com/?lop=artigo&op=d645920e395fedad7bbbed0eca3fe2e0&id=83aa658c240d1badb5185b3d6fc8c808


"O Sindicato de Professores da Região Centro divulgou um estudo em que se prevê que na Beira Interior encerrem 144 jardins-de-infância e 190 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico. Um documento que a tutela se apressou a desmenti"
Toda a notícia em:
http://www.diarioxxi.com/?lop=artigo&op=d645920e395fedad7bbbed0eca3fe2e0&id=6502a9d5717121e00f902870c54647e4

"As cerejeiras em flor na Serra da Gardunha estão a ser transformadas num novo cartaz turístico do Fundão, com empresas turísticas a promoverem passeios para mostrar as árvores, revelou o director da empresa municipal Fundão Turismo."
Toda a notícia em:
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=8a84a116f7ef66c9fc450017c07e842f

sábado, 24 de março de 2007

A Nossa Terra - Panasqueira


Hoje, é a vez da Panasqueira. Para fazer este post socorri-me das palavras e das fotografias do Fábio. A ele e aos rapazes e raparigas da Panasqueira a minha homenagem.

"Setembro de 2006

Ola amigos ...

ola amigos, como vcs vão??? Eu tenho ido bem... A minha terra está em ruinas e se continuar como está pode desaparecer, a meioria das casas estão abandonadas, há muitas silvas que é muito perigoso no verão por causa dos incendios... Antes as Minas da Panasqueira éram uma terra cheia de vida porque vivia cá muita gente e agora tem poucos habitantes, quer dizer está a ser abandonada... Eu gostava que a minha terra estivesse com muitos habitantes cheia de vida...
Ate sempre amigos..."
























http://fabio-matias1.spaces.live.com/

quarta-feira, 21 de março de 2007

DIA MUNDIAL DA POESIA

Era triste o cansaço que trazias
Quando assomaste à porta.
Vi-te entrar com uma gota de suor na testa
E vi nela o brilho do teu trabalho.
Sei que te pesam os braços,
Mas não a consciência!

Contas as boas-novas do trigo em crescimento,
Do centeio feito pão.
Chegas com o cheiro das cabras,

O leite colado ao teu corpo
E o olhar perdido
No choro dos chocalhos.
Adivinho nos teus pés,
Inchados de mosto,
Quando me estendes a mão

E nela se cola de imediato a minha,
Onde cabem os cachos maduros
Que embalaste para o cesto que te curva as costas
Mas que não te deixa vergar à vida, nem ao tempo.
És tudo em toda a parte,
Homem dos sonhos e dos desabafos.
Recordo agora o pão na mesa, o teu sorriso,
O queijo e o vinho que ofereces num abraço,
Dando-te assim ao outro,
Teu irmão de trabalho e de brincadeira.
E logo torna aos teus olhos
A alegria de menino
Feito Homem.

Ricardo Santos

A fotografia da cabra foi retirada do sítio: http://www.chez.com/matias/test.htm

Dia Mundial da Poesia


Eu não sou de ninguém!... Quem me quiser
Há-de ser luz do Sol em tardes quentes;
Nos olhos de água clara há-de trazer
As fúlgidas pupilas dos videntes!

Florbela Espanca

****************************

Somos um Povo Beirão
Filhas de terras da Beira
Trazemos no coração
O Símbolo da terra mineira.
(...)

Maria Albertina Amélia

****************
Conjugando o verbo ir
levei o mundo comigo
abrir os braços e o coração
encontrei um bom amigo
vivendo da mesma razão:
sorrir, respeitar e construir
(...)

Adelaide Vilela

terça-feira, 20 de março de 2007

Nossa Terra - Casal de Santa Teresinha

Capela em honra de Santa Teresinha do Menino Jesus
A festa realiza-se no primeiro Domingo do mês de Agosto
Fotografia de Francisco José Dias Pereira

quarta-feira, 14 de março de 2007

Quem souber que responda...

"Anônimo disse...
Dizem que a estrada fica mais barata vinte e cinco por cento (25%). Assim sendo, quais as vantagens para a freguesia de São Jorge da Beira.? Porque não exigir os vinte e cinco por cento para rectificar a estrada da portela e levá-la até à capela?
13 Março, 2007 16:14 "


Este comentário foi colocado no post de 9 de Março. Não sei respoder... Assim, aqui o coloco . Haja quem responda.

terça-feira, 13 de março de 2007

Mineiro Digital

Já saiu o número do mês de Março.

Para aguçar o apetite aqui vai um "chilarinho" da estória escrita pela Adelaide Vilela
(...)
"Depois de pronto, ainda morno, cada mãe oferecia aos filhos uma pica de sardinha, de chouriço ou de carne entremeada, como acima referi. Também se confeccionava um pão, com a mesma massa, de forma achatada, ao qual davam o nome de goleima ou golouma. Este pão saía do forno muito antes da fornada. A goleima era por vezes comida no local e oferecida aos homens. Alguns deles metiam-na no “bucho” com vinho e açúcar. Muito apreciada, a tal mistura, parece que ganhou o nome de tiborna ou teborna."
(...)

http://www.cebola.net/mineirodigital/index.htm

Podem ir "acarlotar" ao quisque do costume. É gratuito, as folhas não se estragam. Não há perigo de "perderem" as notícias.
Boa leitura


Já agora, se assim o entenderem, deixem a vossa opinião e sugestões para o Mineiro Digital aqui:
http://pub37.bravenet.com/forum/show.php?usernum=3148215019&cpv=2

sábado, 10 de março de 2007

Viagem de um/a anónimo/a...

... pelo que aqui foi colocado nos dias 15.Fev.07 e 01.Fev.07.

Anônimo disse...

Carlotos e calhandreiros tipicamente portugueses!!!

09 Março, 2007 00:35


Anônimo disse...

Tudo muito bem! Contudo espero que a estrada seja corrigida no traçado!

09 Março, 2007 00:40


Anônimo disse...

Ate ao final de que mandato?

09 Março, 2007 00:42


sexta-feira, 9 de março de 2007

Pomo de Discórdia

Na última Assembleia Municipal, 2 de Março de 2007, a estrada de S. Jorge - Pereiro, foi motivo de discórdia.

Segundo o Jornal do Fundão de 8 de Março de 2007:
" A obra que já tinha sido alvo de concurso público para a sua realização, foi revogada na reunião de Câmara que se realizou na última sexta-feira durante a manhã. O executivo decidiu aprovar a anulação da adjudicação do concurso da estrada, justificando a decisão com a necessidade de optar por uma solução mais barata."

O que parece não ter sido muito pacífico na reunião da Câmara muito menos o foi em reunião da Assembleia Municipal.Por um lado a oposição a querer manter o projecto inicial e por outro o vice-presidente da Câmara a afirmar "apesar de não ter o nível de excelência que o projecto inicial previa, esta será de boa qualidade".

Só espero, do fundo do coração desejo, que com a "poupança" resultante da alteração do projecto, não se ponha em causa a segurança de circulação na estrada.
Não há dinheiro que pague a Segurança e Vida das Pessoa.

PS: O escrito a negrito foi extraído do JF,08/03/20007

quarta-feira, 7 de março de 2007

8 DE MARÇO

8 DE MARÇO, Dia Internacional da Mulher, o Dia de muitas DATAS


Para umas(uns) o 8 de Março, tornou-se numa data simplesmente festiva. Ele é as flores, os bombons, os jantares…

Para outras(os) o 8 de Março é o relembrar de um longo caminho - cheio de lutas, de reivindicações e nalgumas situações cheio de repressões - na procura de uma igualdade de oportunidades, a nível económico, político e social, entre mulheres e homens.

Conquistou-se o Direito ao Voto.

O Direito ao Trabalho.

O Direito a salário igual, para trabalho igual.

Trabalha-se para um novo direito Salário Igual para Trabalho de Valor Igual.

Temos Leis Boas. Há que pô-las em prática.

ainda muito para fazer.

Há que garantir a efectiva protecção da maternidade e da paternidade.

Há que garantir a estabilidade e as condições sociais, económicas e de vida às mulheres e às famílias.

Há que garantir uma articulação efectiva da vida profissional e familiar.

Há que garantir a criação de infra-estruturas sociais adequadas às necessidades das famílias.

Neste nosso dia um abraço solidário para todas as Mulheres e, de uma forma muito especial, para as que sofrem na pele:

O Desemprego,

A violência de serem humilhadas, no exercício da sua actividade profissional, na sua dignidade de trabalhadora e de cidadã.

As agressões físicas e psicológicas.

Há sempre uma saída! O Caminho faze-se caminhando.

A todas um poema de Maria Teresa Horta:

H o j e

Falo-vos hoje

irmãs

em nome das operárias mortas neste dia

queimadas numa fábrica

há quatro anos idos...

Falo-vos em nome daquelas

que ainda agora usadas

mortas pouco a pouco

de fadiga

e de fome

Falo-vos em nome das camponesas

dobradas sol a sol

o suor escorrendo,

os corpos destruídos para sempre

caladas…

Falo-vos hoje…

irmãs

sem nome de todas as mulheres

ignoradas

Em nome de todas as mulheres

oprimidas

De todas as mulheres

exploradas

De todas as mulheres

reduzidas diariamente

a NADA!