sábado, 11 de novembro de 2006

Almoço Anual

A nossa Banda Filarmónica realizou, hoje, o costumado almoço anual, assim uma espécie de férias após a actividade intensa do verão.
Foi um almoço de alegria, convívio e retemperador de forças para os ensaios nas noites do inverno.






Chegada ao destino




Aspecto do almoço











O Presidente da Banda O Mestre da Banda












De Regresso ao Povo e à Sede da Banda
Reportagem fotográfica de Francisco José Dias Pereira

8 comentários:

Marco Pereira disse...

Com estas fotos já deu para matar saudades :'(
Foram 11 anos de banda e muitas festas :)
Um grande abraço a todos os musicos e direção.

O Trompetista
Marco Pereira

finadamina disse...

E pelos vistos o almoço pareceu uma boda! cinco pratos e qual deles o melhor.
cumprimentos

Marco Pereira disse...

5 pratos por pessoa???
ou 5 para escolher um?
então desta vez é q os "BOLSOS FORRADOS" deram jeito. :D
lol

finadamina disse...

Adorei "BOLSOS FORRADOS"

Foram mesmo os 5 pratos! Tal e qual como nas bodas.

Anónimo disse...

em tao paresia uma boda se os provase como eu os provei emtao é qe podia dizer qe éra uma boda

voltou a tuga disse...

olha a minha tininha(Cristina a menina da camisola rosa), é a minha amiga!!!

Anónimo disse...

Desculpem lá mas tenho que comentar.. entendam isto como uma opinião construtiva e não destrutiva.

Devo começar por dizer que tenho alguma formação musical e que já passeio por diversos ambientes musicais entre as quais prestigiadas bandas filarmonicas da região norte do país, actualmente para além de dar aulas de instrumento (Saxofone) em diversos locais, sou músico na Banda da Guarda Nacional Republicana.

Aquando de umas pequenas férias que realizei para essa zona tive a oportunidade de ouvir diversas bandas até porque em Agosto existem imensos serviços nessa altura. E ouvi a vossa filarmónica e fiquei com a sensação de que o trabalho que era realizado não era o melhor passando pela simples afinação, equilibrio, repertorio inadequado e pobre, mudanças de andamento mal executadas e os musicos mostravam pouco empenho naquilo que estavam a realizar.
Peço desculpa a minha sinceridade.. no regresso em direcção á Covilhã tive a sorte de encontrar mais uma filarmónica da terra que agora não me lembro o nome da terra.. que realizava um concerto em que a situação era completamente diferente, embora com poucos músicos, notava-se muita afinação e muita qualidade tanto do regente como dos músicos.
Por isso acredito que é possivel que a vossa filarmonica terá capacidade para evoluir uma vez que existe uma filarmonica bem perto que realiza um trabalho bastante bom. Espero realmente alterem a forma de trabalhar pois a musica só sobrevive com qualidade.

Um abraço.

licas mais novo disse...

tu certeza que viste a banda a tocar de tarde com um copo a mais, ou eras tu que jà o tinhas por isso é que nao te lembras da outra so te lembras da nossa,muda de profisao