domingo, 2 de dezembro de 2007

AO SOALHEIRO



3 comentários:

constantino disse...

Obrigado, xico, por mais este testemunho das vivências de S. Jorge da Beira. Aqui sim, aqui são fotografias de Cebola - o repouso das gentes que trabalham; o paleio redentor; "dar ao chocalho" (dar à língua) também ajuda a retemperar forças. É pena, no entanto, que não seja possível legendar cada uma destas belas fotos (o sítio, o nome das pessoas que conversam).
Mas, xico, soalheiro não; repara que fugiram todos para as sombras. Mas isso nem importa. Aqui sim, aqui há beleza; aqui sente-se a poesia das gentes simples de uma poética aldeia - a nossa terra.
constantino

Ricardo disse...

Olha que bela foto do cascalhal!! :)
Esta imagem faz.me lembrar momentos bons da minha infância. Aqui aprendi e brinquei muito.. Tantas vezes almocei nestas "escaleiras" com o meu primo Silvério.. Era também aqui que fugia à minha avó quando me portava menos bem..
Enfim, agradeço.te Xico por este belo momento.
Abraços e beijinhos para todas as mulheres que fizeram (e fazem) deste espaço uma paisagem da minha vida.
Ricardo (da tia celeste).

J.ROQUE disse...

Liberdade de expreção é lindo entre mulheres e homens assim o demostra estas duas belas fotos mulheres d'um lado e homens d'outro assim se evita um pouco a solitude entre pessoas
que nos dias de hoje é bastante importante nessas santas terrinhas onde a desertificação é enorme!....
Zé.Roque